Sai nos EUA “A Nice Pair” do Pink Floyd

nice_pair4

A Nice Pair é uma compilação da banda Pink Floyd. O álbum consiste em "The Piper at the Gates of Dawn" e "A Saucerful of Secrets" juntos num só. Na versão americana, por alguma estranha razão, a música original "A Saucerful of Secrets" foi substituída pela versão ao vivo de "Ummagumma". O disco atingiu a posição 36 dentre os álbuns mais vendidos nos Estados Unidos, chegando ao disco de ouro pela RIAA em março de 1994. A capa, feita pela Hipgnosis é uma coletânea de outras capas que não tinham expressão. A capa é dividida em nove quadrados, cada qual com uma menção a uma frase ou dito popular.

Há 23 anos morria Frank Zappa

Frank Zappa foi cantor, guitarrista, produtor de gravação e realizador. Em uma carreira de mais de trinta anos, a sua obra musical estendeu-se pelo rock, fusion, jazz, música eletrônica, música concreta e música clássica. Ele também dirigiu longas-metragens e videoclipes e desenhou capas de álbuns seus. Zappa produziu quase todos os seus 60 álbuns que lançou com a banda Mothers of Invention, grupo que o acompanhou por boa parte da carreira e teve sua formação mudada muitas vezes, e como artista solo.

Na adolescência, ele adquiriu um gosto por compositores de música de vanguarda baseada na percussão, como Edgard Varèse, e também pelo rhythm and blues dos anos 1950. Zappa começou a escrever música clássica no ensino médio, à mesma época em que tocava bateria em bandas de rhythm and blues - ele fez a troca para a guitarra posteriormente. Compositor e performista da sua própria música, com influências diversas, o seu trabalho é praticamente impossível de ser categorizado. O seu álbum de estreia com o Mothers of Invention, Freak Out!, combinava canções no formato convencional do rock and roll com improvisações coletivas e colagens de som realizadas em estúdio. Os seus últimos álbuns também continham essa abordagem eclética e experimental, independentemente de o formato fundamental ser rock, jazz ou clássica. Ele escreveu as letras de todas as suas canções, as quais - frequentemente humoristicamente - refletiam a sua visão iconoclástica dos processos sociais e políticos, estruturas e movimentos estabelecidos. Era um grande crítico do método de educação e da religiões, e um forte defensor da liberdade de expressão, da auto didática e da abolição da censura.

Zappa foi um artista altamente produtivo e prolífico e ganhou aclamação da crítica. Muitos de seus álbuns são considerados essenciais na história do rock e do jazz. Ele é considerado um dos guitarristas mais originais de seu tempo. Ele também continua sendo uma grande influência para músicos e compositores. Alcançou algum sucesso musical, particularmente na Europa, e pela maior parte de sua carreira trabalhou como artista independente. Postumamente, Zappa foi incluído no Rock and Roll Hall of Fame, em 1995, e ganhou um prêmio Grammy, em 1997.

Frank Zappa faleceu, em decorrência de um câncer de próstata, em 1993. Ele teve quatro filhos: Moon Unit, Dweezil, Ahmet Emuukha Rodan e Diva Thin Muffin Pigeen.

Há 36 anos, Led Zeppelin anunciava sua separação

No dia 04 de dezembro de 1980 o Led Zeppelin anunciava sua separação.

O grupo estava se preparando para começar uma turnê no outono de 1980 quando Bonham faleceu. Após um dia de grande bebedeira ele foi se deitar e morreu asfixiado com seu próprio vômito. A morte foi considerada acidental.

Enquanto isso, o grupo enfrentou a decisão de o que fazer sem um dos membros chave de sua formação. A turnê pendente foi imediatamente cancelada, mas isso não interrompeu os rumores de que circulavam sobre um número de famosos bateristas que potencialmente podiam subir a bordo para assumir o lugar do falecido músico. Os membros restantes, porém, decidiram que não era certo interferir em seu legado trazendo outra pessoa para tocar bateria.

Em um pronunciamento, a banda de forma simples e elegante explicou esta decisão:

"Nós queremos que isso seja conhecido. Que a morte de nosso querido amigo e o profundo respeito que temos por sua família, juntamente com este senso de harmonia individual sentidos por nós mesmos e nosso agente, levaram-nos a decidir que não poderíamos continuar como estávamos."

Há um ano morria Scott Weiland

Scott Weiland viveu 48 anos de uma vida turbulenta.

Começou sua carreira na música como vocalista da banda Mighty Joe Young em 1985, que tocavam em bares por todo o sul da California, de Los Angeles a San Diego. A reputação da banda foi crescendo até que assinam com a gravadora Atlantic e rebatizam a banda Stone Temple Pilots.

Os anos subsequentes são de muito sucesso na carreira do Stone Temple Pilots, muito devido a explosão do som de Seattle, que levou o Grunge ao topo das paradas. No entanto, após o lançamento do segundo álbum do grupo, Purple de 1994, o vocalista Scott Weiland começa a sofrer os efeitos de seu abuso no uso de drogas. A banda é forçada a cancelar a turnê que estava em andamento e Weiland passa algum tempo se recuperando em clínicas de reabilitação.

A volta acontece com o álbum Tiny Music... Songs From The Vatican Gift Shop, lançado em 1996. Mas os problemas de Weiland com a heroína mais uma vez impedem a banda de entrar em turnê.

Em 1998 Scott Weiland lança sua carreira solo, com o álbum 12 Bar Blues, produzido por Daniel Lanois, famoso pelo seu trabalho com o U2.

No dia 3 de dezembro de 2015, Weiland foi encontrado morto por seu empresário em seu ônibus de turnê em Minnesota nos EUA. Scott Weiland, morreu de uma overdose de cocaína, MDA (drogas sintéticas) e álcool. A autópsia determinou que o facto de o cantor sofrer de asma e de ter problemas cardíacos também contribuiu para o desfecho.

Ouça Scott Weiland no Spotify:

“Rubber Soul” dos Beatles completa 51 anos hoje

original_450

Rubber Soul é o sexto álbum lançado pelos Beatles. Foi gravado aproximadamente em quatro meses e lançado em 1965 sendo produzido por George Martin. É citado por muitos críticos de música como o álbum em que os Beatles começaram a tornar seu som mais eclético e sofisticado. Este álbum está na lista dos 200 álbuns definitivos no Rock and Roll Hall of Fame.

Naquela altura, depois de amenizada a força primitiva do Rock, com a explosão do folk-rock e da surf music, cada grupo passou a utilizar-se de todas as potencialidades que os estúdios de gravação podiam oferecer. Os próprios Beatles superaram sua fase adolescente, passando pelas brincadeiras colocadas em filmes por Richard Lester, até o profundo universo poético que começaram a desenvolver com o álbum Rubber Soul. Realizaram então verdadeiras "rupturas", como a letra surrealista e o uso do sitar em "Norwegian Wood", o lirismo de "In My Life" e "Michelle", a solidão pungente de "Nowhere Man", enfim, Rubber Soul foi considerado o mais inovador álbum de rock lançado até então.

Paul McCartney conta que fizeram uma sessão de fotos para a capa do álbum. Quando acabaram o fotógrafo começou a passar as fotos em um slide, e ao deixar uma das fotos cairem no slide, dando-a um efeito distorcido, despertou o interesse dos Beatles. Nesse mesmo momento eles escolheram o nome, Rubber Soul (Alma de Borracha).

Ouça Rubber Soul aqui:

Ozzy faz 68 anos hoje!

Ozzy Osbourne nasceu no dia 03 de dezembro de 1948, em Aston na Inglaterra.

Ozzy formou sua primeira banda, a "The Polka Tulk Blues Band", aos vinte anos de idade. Esta, que logo após se chamaria apenas "Polka Tulk" e, mais tarde, "Earth". No repertório, blues e rock com influências das bandas Cream, Blue Cheer e Vanilla Fudge, recebe a alcunha de "Pai do Heavy Metal", sendo assim idolatrado.

E em 1969, após descobrir a existência de uma banda homônima,Tomy Iommi (guitarra), Bill Ward (bateria), Ozzy Osbourne (vocais) e Geezer Butler (baixo) decidem adotar outro nome. A ideia surgiu a partir do título de uma história do escritor Dennis Wheatley (que também inspirou a composição de Butler), nascendo então o Black Sabbath.

O nome e a temática do Black Sabbath surgiu quando todos os integrantes andavam pela "cidade natal" da banda. Quando passaram em frente a um cinema no qual estava passando um filme de terror. Ozzy e Tony pensaram "As pessoas pagam para ver isso? Para sentir medo? Pode ser que dê certo" e então puseram o nome do filme na banda e desde então compuseram músicas sobre a morte, e coisas do gênero.

Ozzy sairia em carreira solo após "Never SayDie!" de 1978. Ele parte para a formação da Blizzard of Ozz lançando o primeiro álbum no ano de 1980.

Após, idas e vindas, uma bem sucedida carreira solo, casamento, filhos, programa de televisão, entrando e saindo de clínicas de reabilitação, Ozzy chegou ao Brasil para uma série de apresentações da banda Black Sabbath que se encerra neste final de semana.

Parabéns ao Príncipe das Trevas, Pai do Heavy Metal, o Madman Ozzy Osbourne!

ozzy1

Marcelo Fromer faria 55 anos hoje

ap-retrospectiva-da-decada-2001_f_006

Marcelo Fromer, guitarrista da banda de Titãs, morreu após ser atropelado pelo motoqueiro Erasmo Castro da Costa Júnior na noite do dia 11 de junho de 2001. Foi atingido por uma moto quando atravessava a Avenida Europa, em São Paulo; o motociclista prestou socorro mas fugiu após a chegada do resgate. Marcelo deixou três filhos: Susi, Max e Alice. Na época, a família de Fromer diz ter enfrentado "dificuldades" para prosseguir com as investigações da morte dele.

Antes de entrar para os Titãs, Fromer participou da banda Trio Mamão e as Mamonetes, da qual também faziam parte os "titãs" Branco Mello e Tony Bellotto.

Entre outros trabalhos realizados estão uma coluna semanal com Nando Reis sobre futebol no jornal Folha de S.Paulo e o livro gastronômico Você Tem Fome de Quê?, lançado em 1999. Fromer deixou inacabada uma biografia para o comentarista e ex-jogador Casagrande. Marcelo era fanático por futebol, sendo torcedor do São Paulo Futebol Clube.

 

Black Sabbath homenageia Chapecoense

black-sabbath-chapecoense

Depois dos Guns N' Roses, foi a vez de outra lenda viva do rock mundial homenagear a Chapecoense. Em turnê pelo Brasil, o Black Sabbath adiantou, através de suas redes sociais, que subirá ao palco montado na Praça da Apoteose, hoje à noite, no Rio de Janeiro, com uma bandeira do time estendida sob a bateria.

“Respeito e condolências para nossos amigos brasileiros”, foi escrito na legenda da foto postada no Facebook e no Instagram oficial da banda. Ontem à noite, a banda se apresentou em Curitiba. Depois do show de cerca de uma hora e meia, o público entoou o cântico “Vamos, vamos, Chapê”, em homenagem à Chapecoense.

Anunciada como a última da banda de Ozzy Osbourne no Brasil, a turnê The End começou segunda-feira, em Porto Alegre, seguiu para Curitiba e terminará domingo, em São Paulo, depois do show de hoje no Rio. O repertório reúne músicas de todas as fases da banda formada em 1968.

Rolling Stones lançam hoje álbum de covers de blues

Depois de 11 anos sem gravar (o último álbum de estúdio foi A Bigger Bang), os Stones foram até o estúdio British Grove Studios em Londres e conceberam este Blue & Lonesome .

O estúdio é de Mark Knopfler (Dire Straits), que participaria do disco, mas quem participou foi Eric Clapton que também estava gravando no mesmo local, mas em outro estúdio. Eric Clapton toca na música Everybody Knows About Good Thing.

Foi gravado em apenas três dias, em dezembro do ano passado e produzido por Don Was e os The Glimmer Twins (nome da parceria entre Mick Jagger e Keith Richards).

"A abordagem ao álbum foi a de que a gravação devia ser espontânea e tocada ao vivo em estúdio, sem efeitos posteriores. Mick Jagger, Keith Richards, Charlie Watts e Ronnie Woods juntaram-se aos seus colaboradores de estrada de longa data, Darryl Jones, Chuck Leavell e Matt Clifford, e em dois dos 12 temas contaram com a participação do amigo Eric Clapton.

O álbum, editado pela Universal, inclui "clássicos" como "Just Your Fool", de Buddy Johnson, "Commit a Crime", de Howlin' Wolf, "All of Your Love", de Magic Sam, e vai buscar o título, "Blue and Lonesome", ao tema de Memphis Slim, o pianista de Tennessee, que se fixou em Chicago.

rstonesblueandlonesome

O álbum estará disponível em CD, duplo vinil, numa edição 'deluxe' que, além do CD, inclui um livro de 75 páginas sobre o processo de gravação do disco e vários postais da banda, assim como um código para "download" digital.

A edição de "Blue & Lonesome" surge depois do DVD "Havana Moon", que regista o histórico concerto do grupo no passado mês de março em Cuba, para mais de um milhão de pessoas.

Ouça Blue & Lonesome agora:

O single de “Black Dog” do Led Zeppelin completa 45 anos

“Black Dog”

black

Black Dog é uma canção ícone da banda Led Zeppelin, sendo uma das mais famosas músicas da década de 70. É a faixa inicial do quarto álbum de estúdio da banda, lançado em 1971. Foi lançada como single, com "Misty iMoutain Hop" no lado B. Black Dog foi o primeiro single do Led Zeppelin IV e alcançou a posição 15ª nas paradas americanas. A música recebeu esse nome em homenagem a um cachorro preto que ficava entrando e saindo do estúdio enquanto o albúm Led Zeppelin IV era gravado.

A autoria da música é creditada a Jimmy Page, Robert Plant e John Paul Jones, completada com som estrondoso da bateria de John Bonham. O riff da música é baseada no baixo, cortesia de John Paul Jones. Os arranjos vocais de Robert Plant são baseados na canção "Oh Well" de Fleetwood Mac.

Em 2004, a música foi eleita como número 300 na lista das "500 Maiores Músicas de todos os Tempos", da revista Rolling Stone.

Ouça Led Zeppelin IV no Spotify: